19 de mar de 2012

Outono começa às 2h14 do dia 20 de março

Observatório Nacional
16/03/2012

O outono começa oficialmente nesta terça-feira, dia 20 de março, às 2h14 (horário de Brasília), noite em que ocorre o primeiro equinócio deste ano, quando o dia e a noite tem a mesma duração. As estações do ano são fenômenos naturais e ocorrem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao Sol e pelo movimento de translação da Terra em torno do Sol. Desse modo, o início de cada estação é definido pelo comprimento do dia e da noite, que varia conforme a latitude, a época do ano e a inclinação do eixo de rotação da Terra.

Para a compreensão passagem das estações, a pesquisadora Josina Oliveira do Nascimento, da Coordenação de Astronomia e Astrofísica do Observatório Nacional, explica que é preciso imaginar a Terra parada e todos os outros astros se movendo em relação ao planeta. Assim, o movimento do Sol em torno da Terra durante um ano ocorre da seguinte maneira: em março o Sol atinge a linha do Equador indo de sul para norte – é o equinócio de outono no Hemisfério Sul e de primavera no Hemisfério Norte; em junho o Sol atinge o trópico de Câncer – é o solstício de inverno no Hemisfério Sul e de verão no Hemisfério Norte; em setembro o Sol chega novamente à linha do Equador, mas agora indo de norte para sul – é o equinócio de primavera no Hemisfério Sul e de outono no Hemisfério Norte; em dezembro o Sol atinge o trópico de Capricórnio – é solstício de verão no Hemisfério Sul e de inverno no Hemisfério Norte.

Assim, nos dias próximos à data do equinócio de outono, a duração do dia é igual à duração da noite. Em seguida, os dias ficam cada vez menores e as noites, cada vez maiores, até que no solstício de inverno ocorre a maior noite e o menor dia do ano. Depois acontece o inverso: os dias vão ficando cada vez maiores até que no equinócio da primavera novamente o dia e a noite estão com o mesmo comprimento. Os dias continuam ficando maiores e noites menores até que, no solstício de verão, é registrado o maior dia e a menor noite do ano.




Nenhum comentário:

Postar um comentário